Inovações no ramo de hospedagem de sites

tecnologia hostNos últimos 10 anos, a quantidade de websites cresceu de 200 milhões para 1.6 bilhões. Um crescimento de aproximadamente 160 milhões de websites ativos por ano, segundo informações de Domain Name Stat.

Com esse crescimento, os tipos de hospedagem também evoluíram bastante. Há 10 anos atrás, basicamente existiam as hospedagens compartilhadas e hospedagens dedicadas. Um servidor dedicado é aquele que emprega todos os seus recursos para hospedar apenas um site ou portal, enquanto a hospedagem compartilhada utiliza um servidor para hospedar múltiplos websites (às vezes mais de 200 por virtualização). Depois, surgiu a hospedagem VPS, que pode ser compreendida como um servidor semi-dedicado, pois não possui toda a infraestrutura e capacidade de um servidor dedicado, contudo consiste na alocação de uma infraestrutura suficiente para gerenciar muitas aplicações e acessos simultâneos (muito superior a uma hospedagem compartilhada). E mais recentemente, surgiu a hospedagem cloud (bem detalhada nesse artigo pelo site Space Programmer), que essencialmente utiliza o conceito de espaço em nuvem para hospedar websites. Afinal, se é possível armazenar arquivos, mídia, pastas, etc., por que não utilizar esse espaço também para armazenar websites e assegurar acessos com permissão apenas de visualização via Browser para todos os usuários da web? Foi assim que as empresas de hospedagem de sites se integraram à crescente demanda comentada no início desse artigo.

Porém antes de contratar um serviço de hospedagem, um usuário precisa analisar detalhadamente sua intenção. Muitas empresas omitem informações importantes, como a capacidade de tráfego suportada por intervalo de tempo. As hospedagens compartilhadas, por exemplo, geralmente oferecem seus serviços informando que o tráfego é ilimitado, porém essa informação não procede. Tráfego nunca é ilimitado. Imagine o que aconteceria se 1 milhão de pessoas acessassem seu website dentro do intervalo de 1 hora. Com certeza em uma hospedagem compartilhada esse site iria cair, afinal até mesmo servidores dedicados possuem seus limites (quanta troca de informação – requisições P2P – ele consegue fazer por minuto).

Então se não existe tráfego ilimitado, é importante conhecer os limites do seu plano contratado. Geralmente uma hospedagem compartilhada não suporta mais do que 10-15 mil acessos por dia. Isso irá depender muito da quantidade (em MB) de mídias que as páginas do website possuem, mas de forma irrestrita, essa é uma boa estimativa.

Além das evoluções atuais, outros tipos de armazenamento estão ganhando espaço, como a hospedagem descentralizada. Nesse caso, quem compartilha espaço em disco são os próprios usuários (não necessariamente empresas), por meio da tecnologia blockchain. Alguns exemplos de projetos incipientes nesse ramo são: Filecoin, Storj, Dfinity e Siacoin.

Para os próximos 10 anos, é bem provável que soluções ainda mais revolucionárias irão facilitar o crescimento da internet no mundo, sobretudo com a chegada da internet 5G e com os dispositivos IoT (Internet das Coisas).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *